Intervenções Evangelísticas de Natal, Páscoa, do dia internacional das mulheres e dos dias das mães na UFMG

Sob a Liderança do grupo  XA Minas UFMG , no dia 04/12/2018 às 15:00 da tarde, aconteceu no Campus Pampulha em Belo Horizonte a 1ª intervenção evangelística na Universidade Federal de Minas Gerais . Segundo os integrantes do grupo de estudantes do XA UFMG(que até o presente momento é um grupo único que atua na universidade inteira) , as intervenções evangelísticas são evangelismos criativos e pessoais nos quais os estudantes integrantes do XA,  usando um tema como mote para a discussão, conversam com os demais estudantes da universidade sobre a perspectiva do evangelho de Cristo acerca do tema. Esses temas podem ser de datas comemorativas nacionais como a páscoa, o ano novo, natal ou temas relevantes ou populares no momento. O objetivo da ação não é a mera exposição das ‘ideias’ cristãs acerca de um determinado assunto mas um diálogo aberto com os estudantes não-cristãos. Nesse diálogo tanto os estudantes integrantes do XA quanto os não-cristãos têm plena liberdade de vocalizar suas visões acerca do assunto-mote mas o apelo do estudantes do XA é que os não-cristãos se reconciliem com Deus. As intervenções buscam ser  oportunidades nas quais a glória de Deus e a grandeza do Evangelho possam ser percebidas na pessoa de Cristo Jesus com ajuda indispensável de seu Espírito e de sua igreja.

A temática dessa intervenção foi o natal e qual é a significação popular da data no Brasil que é a do nascimento de Cristo, consumismo,  chocolates, reuniões familiares e da lenda do Papai Noel . Aproveitando da abertura social ( menor tensão e maior receptividade ) que a data proporciona para falar de Cristo,   Os integrantes do XA UFMG, independente de concordarem ou não com a acurácia da data para ser referida como o período no do qual o Salvador tenha nascido de fato ou com a celebração concomitante do mito do Papai Noel ou se aprovassem a significação, motivações de origem pagã presentes no imaginário social do tempo da origem da festa, decidiram usar a temática para conversar com os estudantes não-cristãos a respeito da importância do nascimento de Jesus para a salvação de todo aquele que crê,  da justa ira de Deus. De dois em dois os estudantes do XA abordavam transeuntes da Praça de serviços do campus Pampulha e lhes perguntavam  o que significava para eles o natal . Depois de ouvir a resposta deles,  o estudantes XA lhes diziam o verdadeiro sentido do nascimento de Cristo oposto ao sentido popularmente atrelado à festa,  explicitando que Deus queria salvá-los da condenação eterna . Logo após uma  conversa aberta e respeitosa com os transeuntes,  entregavam lhes cartões com mensagens evangelísticas escritas à mão pelos próprios estudantes XA,  nos cartões vinham os contatos dos líderes do movimento na universidade além de bombozinho de presente,  crentes que o Senhor daria o crescimento a semente que havia sido lançada naquela conversa.

Além dessa intervenção, aconteceram ainda mais três subsequentes: uma no dia 08/03 com a temática ” Deus e a mulher”  para falar que as mulheres encontram salvação e dignidade na pessoa de Cristo e outra nos dias 23, 24 e 25/04 de 2019 com a temática do “verdadeiro sentido da páscoa” e outra no dia 09/05 aproveitando a data do dia das mães, com a temática do “O amor de Deus”  e explicitando na conversa com os não-cristãos,  como esse amor é muito  maior do que amor de mãe poderia ser. Em todas essas intervenções o formato foi o do evangelismo pessoal nas quais os participantes das conversas com estudantes XA  tinham direito a orações,  mensagens evangelísticas escritas à mão e um bombom de presente.

 

Mensagens escritas à mão pelos estudantes XA para a intervenção dos dias das mulheres

Os estudantes XA tiveram a oportunidade de encontrar pessoas que pediram orações por entes queridos hospitalizados, pessoas que já haviam feito parte de uma congregação local de irmãos e haviam e consequentemente se afastado de Cristo por causa de  situações difíceis e que receberam a palavra de ânimo para perseverarem,  pessoas que não acreditavam na mensagem do evangelho bem como crentes no Senhor Jesus. Eles relataram que a atmosfera no momento do evangelismo era de tensão, e até mesmo de medo já que nunca haviam feito algo semelhante em face de uma certa oposição por parte dos demais estudantes . Oposição esta advinda do fato de que as universidades no Brasil e no mundo são locais onde a primazia da produção conhecimento antropocêntrico impera, excluindo como obsoleto ou irracional qualquer tipo de conhecimento que seja teocêntrico.  No entanto,  pela graça,  os  estudantes XA UFMG se esforçavam para crer que o Senhor os sustentaria e os faria ousados na proclamação do evangelho durante os eventos e relatam que a sensação que ficava depois de cada intervenção era da a alegria intensa de poder declarar a maravilhas daquele que os chamou das trevas para sua maravilhosa luz !

Eu fui pessoalmente um dos colaboradores desse projeto, já que faço parte do XA na UFMG,  e pude presenciar muitos momentos prazerosos e tensos durante as intervenções!

 

Líder do Chi-Alpha Minas Edithy tira a selfie enquanto os demais Estudantes XA UFMG da esquerda para direita, Aline, Gérson, Eu e Déborah posam para foto logo após a intervenção evangelística de natal no dia 04/12/2018

0 Comentários

Fazer um Comentário